Série uvas que eu amo – Torrontés

Torrontés, originária da Espanha esta uva ficou mais conhecida em terras portenhas à partir de 1970 e, podemos dizer, se tornou a uva branca emblemática da Argentina.
Normalmente chamada nos rótulos apenas de Torrontés, esse nome representa na verdade um grupo de uvas brancas onde a que mais se destaca é a Torrontés Riojano.
Produz vinhos brancos leves, com boa acidez e aromas intensos e persistentes, especialmente frutados e florais e, em alguns casos, notas mais adocicadas no nariz bem semelhantes a uva moscatel.
Apesar de ser produzido em outros países, a Argentina é disparada a maior produtora mundial desta uva e os melhores vinhos vem das regiões de Mendoza, Salta, San Juan e Rio Negro.
Eu, particularmente, gosto muto deste vinho sendo servido como aperitivo ou boas-vindas, antes do prato principal, mas você também pode harmonizá-lo muito bem com peixes, mariscos e, especialmente, comidas mais aromáticas, como no caso da culinária tailandesa.
Enoabraços,
Eduardo Vianna